quinta-feira, fevereiro 9

Esperar o inesperado


Como manter-se de pé, quando o sonho não vem e todas as portas, janelas e paredes, parecem estar todas fechadas em sua frente.  

Não é raro nos vermos tomados por essa sensação de que o que estamos fazendo não nos preenche; temos a sensação de que a nossa vida está padecendo de um sangramento, de um vazamento incontido de sentido, de significado e razão suficientemente forte para viver.

A maioria sente que está andando em círculos, numa espiral que vai sempre para baixo.

A vida nos prega peças que as vezes sonhar parece não ser mais possível. As vezes não enxergamos as oportunidades que a vida nos oferece, mas as vezes eu chego até a duvidar que isso aconteça.
A cada dia que passa é mais difícil lidar com a frustração de um "quase",  ver seus planos tão sonhados ficarem mais longe de sua concretização, ou de vê-los tão de perto a ponto de até poder senti-los, mas não poder tocá-los.
Acredito que perder tempo se perguntando o porquê das coisas nunca resolveu nada, mas é  importante saber continuar andando, saber equilibrar-se diante da VIDA.



6 comentários:

Bom texto!! (:

Beijo!
http://kawaiitotemobycamilamaeda.blogspot.com
Ôi! Passando pra convidar! Tem post novo e presente muito especial! Vem! Cada coração amigo conquistado, é mais uma luzinha a iluminar a nossa estrada! Uma 6ªF radiante e abençoada! Abraço fraterno e afetuoso! Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
Edna, passando para retribuir sua visitinha e obrigada pelo apoio!
Na verdade eu aprendi uma coisa e acho que faz toda a diferença...ao invés do porque devemos pensar em pra que?
tudo na nossa vida tem um propósito...e hoje estou perguntando a Deus pra que tudo isso? Só podemos ser aprovados se formos provados!
Bjusss
@ELAINEUma ótima sexta pra você tb repleta de melhoras, grande Bju!
@Talita MedinaTalita é verdade, deve haver um propósito pra tudo, basta pedirmos a Deus sabedoria pra poder enxergar as coisas em nossa volta, grande bju e melhoras pro seu sogro!

Postar um comentário