terça-feira, julho 31

Aventuras de recém-casados: Cama nova e cortina


Tem coisa melhor que montar sua casa detalhe por detalhe: escolher cortinas, tapetes, roupa de cama, quadros, mobília?
Só quem já passou pela experiência pra saber como é gostoso esse processo, você fica fascinado pelas variedades de coisas que se pode fazer, e empolgado com cada detalhe.
Bem, eu tenho uma longa história com meu quarto, nosso quarto estava praticamente montado, já tínhamos cama e tudo mais, faltando apenas alguns itens, até aí tudo bem, se não fosse uma mudança para outra casa, e até aí tudo bem também, se  não fosse o problema da minha cama box não subir a escadas da casa, hen  hen hen hén!(sabe aquela musiquinha de quando algum desenho animado quebra a cara).
Aí, depois dessa maravilhosa notícia, tivemos que ficar dormindo na sala por um tempo, mas, tirando uma notícia boa disso tudo, eu vou comprar tudo de novo o/ (gritos de felicidade).
Então, eis aqui a minha cama nova que já chegou, e a cortina já instalada, o quarto ainda está sem pintura e sem graça, mas isso é conversa para outro post.
Escolhi uma cama branca simples de madeira montável, já pensando nessa questão de mudança, não dá pra ficar torrando dinheiro fora né, então uma dica pra meninas que vão casar: não gastem muito dinheiro com móveis, a não ser que saibam que vão morar naquela casa por um bom tempo. 
Ameiii minha cama nova, os detalhes da cabeceira deixa ela ainda mais linda, também já coloquei uma cortina no quarto, eu queria branca, mas pensando nos conselhos da minha mãe (oi mãe?) escolhi um tom bege, mas eu amei a cor suave que ela passa pro quarto.
Agora falta chegar o colchão que já encomendamos, que depois eu mostro pra vocês, e alguém aí sabe o que fazer com uma cama box velha no meio da sala? rs
Abaixo: a cama, a cortina e a vista da janela do meu quarto.
Au revoir! 

domingo, julho 29

Esmalte da semana - Por Manuela Oliveira

O Cor de Mel ganhou mais uma colaboradora o/, primeiro minha mãe, com suas receitas maravilhosas que fazem o maior sucesso, e agora minha querida e linda irmã Manuela Oliveira, o blog literalmente é da família.
Ela sempre mandou muito bem com moda e esmaltes, pensando nisso, a convidei pra fazer post sobre esmaltes aqui no blog: os que ela usa, os que ela mais gosta, a durabilidade, porque isso ela entende muito mais que eu, melhor perguntar pra quem sempre anda com as unhas impecáveis, né?!
Despretensiosamente, pra vocês verem que não estou mentindo, fui na casa da minha mãe, e pedi pra tirar uma foto do esmalte que ela estava usando, olha que vermelho mais lindo, é o biquine vermelho da impala.
Ela vai está sempre postando por aqui, espero que vocês gostem!
obs: perdoem a qualidade da foto, é que estava de noite!



sábado, julho 28

Repolho ao Molho Bechamel


Essa receita é super tradicional na minha família, já postei há algum tempo, mas achei que merecia ser re-upada, hoje vou repassá-la pra vocês
É super fácil de fazer e fica uma delícia, bom pro almoço ou pra janta, espero que gostem!

Ingredientes

1 Repolho grande
3 Colheres de farinha de trigo
1/2 Cebola picadinha
1 Dente de alho amaçado
2 Colheres de sopa de margarina
1 Pacote de queijo ralado
2 Xícaras de leite
Sal e ervas a gosto

Modo de preparo


Descasque as folhas do repolho e coloque para amolecer numa panela com água fervente e sal. Após 10 minutos de fervura escorra e reserve.
Á parte, doure a cebola e o alho na margarina. 
Dissolva o leite na farinha de trigo e acrescente ao refolgado. Acrescente as ervas que quiser, no caso usei noz moscada e uma colher de chá de açafrão, pra dar uma corzinha. Mexa sem parar e acrescente um pouco do queijo ralado ao molho. Continue mexendo até engrossar, e está pronto seu molho bechamel.
Num refratário, monte o repolho e o molho em camadas até distribuir todo o repolho e o molho que render a receita, em seguida salpique queijo ralado e leve ao fogo até dourar por aproximadamente 30 minutos.
sexta-feira, julho 27

Você já fez aquilo que queria?


Você já parou pra pensar em quantas vezes você deixou de fazer algo por que pensou no que alguém ia achar de você se o fizesse?
Você já experimentou tomar um banho de chuva mesmo sabendo que você pode ficar doente?
Já tomou banho de mar a noite?
Já amanheceu o dia olhando pro céu estrelado, esperando o sol nascer ?
Já perdoou alguém de verdade... de verdade?
Você já falou sozinho? já chorou sozinho?
Já disse adeus?
Oi?
Já sentiu ciúmes dos seus amigos?
Já tentou mudar?
Você está aberto a aprender mesmo depois de velho?
Já amou sem ser amado?
Você já se vingou de alguém?
Tem saudade de alguém?
Já bebeu além da conta?
Já fez aquilo que queria, aquilo que você queria?
É engraçado como algumas pessoas sempre estão em constante mudança, enquanto que outros podem passar o tempo que for, nada muda, sempre os mesmos problemas, os mesmos erros, os mesmos pensamentos, a mesma vida. 
Se você não disser pra você mesmo que algo tem que mudar, nada irá mudar, você verá os outros indo adiante, enquanto que você permanecerá no mesmo lugar.
Mas, não demora muito pra perceber isso não, porque a vida é isso aqui.
Iaí já fez aquilo que queria?...aquilo que você queria?...

... Só pra saber!

quarta-feira, julho 25

Mandioqueijo - Por Débora Oliveira

2 xícara de mandioca cozida amassada com um garfo 
1 ovo
4 colheres sopa de farinha de trigo 
2 colheres sopa margarina
sal à gosto  
Para empanar  
1 clara  
queijo ralado

Modo de preparo  

Cozinhe a mandioca até desmanchar, amasse com um garfo e acrescente o ovo, a margarina e a farinha de trigo, verifique o sal.Com as mãos umedecidas faça bolinhas, empane na clara e no queijo. Leve ao forno para assar em forma untada por 20 minutos.

segunda-feira, julho 23

Eu quero: Miniatura na decoração

Já imaginou ter seus maiores sonhos guardados em miniaturas, ajudando na decoração do quarto, na prateleira da sala, ou até mesmo dando um toque especial no seu look?
É isso que tem facinado minha cabeça por esses dias, como adoro tudo que se diz respeito a França e a Londres, tenho sonhado com essas miniaturas que me enchem os olhos, mas nunca encontro pra comprar, mas minha saga continua :(
Vejam alguns modelos!
 

sexta-feira, julho 20

Respondendo a Tag: Perguntas diversas

Genteeee, gravei um vídeo respondendo a tag perguntas diversas, fiquei tão tímida :$, mas espero que  vocês gostem, assim ficamos mais proximas, né!




quinta-feira, julho 19

Doces semanas #5

... e eu tenho aproveitado o tempo livre pra descansar, parece que essa greve não tem fim, mas por outro lado caiu em boa hora, e disso eu não posso reclamar.
Estou in love com tanta coisa nas últimas semanas, eu sei, faz tempo que não posto sweet weeks, mas de lá pra cá aconteceu algumas coisas boas e eu estou realmente feliz com alguns acontecimentos.
Agora falta só uma viagem pra fechar com chave de ouro minhas "férias" prolongadas, quem sabe pra um lugar verde, sentir o cheiro do campo, caminhar nos pastos, mas por enquanto fica só nos meus sonhos mesmo.
Fiz um breve resumão em foto dos últimos acontecimentos, espero que gostem!

  1.  Cup Cake delicioso de baunilha com doce de leite, achei linda essa foto que mereceu seu lugar grande aqui no topo.
  2. 1 Eu, mãe e manu brincando de tirar foto, 2 Manu com a make que fiz nela preto com dourado, 3  Amor e eu no nosso passeio de domingo de manhã.
  3.  Últimas fotos
  4. 1 Testando minha sombra dourada, 2 Amando meu secador e chapinha novos, 3 Esmalte da semana Astral Risque Liiiiindo!
  5. 1 Tapioca de doce de leite com queijo tipica alagoana no sábado, 2 Cup cake, 3 Matando meu desejo de Marshmallow \o/ 
quarta-feira, julho 18

Salada de Maionese sem ovos - Por Débora Oliveira

Salada de Maionese sem ovos

1 Lata de creme de leite
2 Colheres de suco de limão
1 Colher de mostarda
1 Colher de sopa rasa de Fondor Maggi

Modo de preparo

Cozinhe e corte pedaços da batatas, cenoura e a vagem, coloque numa saladeira e junte a cebola, o pimentão, o picles e a maçã. Misture bem e tempere com azeite, o limão, a salsa e o fondor Maggi á gosto.
Para o molho misture o creme de leite com limão, a mostarda, o Fondor Maggi, despeje sobre a salada e sirva. 


terça-feira, julho 10

in love: Tiara na cabeça

Desde pequena eu tenho um sério problema, não consigo deixar meus cabelos soltos, não sei exatamente o porquê, mas eu geralmente me sinto com muito volume no rosto, já que meu rosto é de formato arredondado e meu cabelo é muito cheio.
Uma das alternativas pra usá-lo solto é com tiara na cabeça, mas faz muito tempo que não uso, minha irmã me reanimou com a ideia de usar tiaras na cabeça, por isso antes de comprar vim pesquisar aqui na net sobre os estilos que estão na moda, e não é que tem cada modelo lindo, vim compartilhar com vocês!


Amei tudo, esse modelo de tiaras finas é muito prático de usar no dia-dia, e esses com estilo de renda? dá pra usar com coques também, gente realmente estou in love, e vocês?
terça-feira, julho 3

Mulheres que me inspiram - Florence Nightingale #1


Resolvi criar essa série porque adoraria escrever sobre mulheres que inspiram de alguma forma a minha vida, e é sempre um prazer pesquisar sobre elas e dedicar esse tempinho pra mostrar o quanto elas contribuíram de alguma forma para o enriquecimento da sociedade.
Hoje, pra iniciar essa nova série aqui no blog, resolvi começar por Florence Nightingale, sei que muitos não a conhecem, mas especificamente muitos do ramo da enfermagem a conhecem pelo fato de que ela deu origem aos cuidados dos doentes com métodos biomédicos, ou seja Nightingale lançou as bases da enfermagem profissional com a criação de uma escola em 1860, tendo contribuído grandemente para esse ramo, até hoje o dia internacional da enfermagem é comemorado  no dia do seu aniversário.
Florence vivia em Londres e era de família rica, tinha um gosto especial pelos estudos e pelos assuntos sociais, enquanto que naquela época as mulheres apenas tratavam de bordados e tricos, Florence pensava em assuntos externos fruto da sua educação alimentada pelo pai, que  tinha gosto especial pela matemática. Ela herdara o mesmo gosto do pai, tendo estudado matemática e livros gregos, coisa que não era apropriado para mulheres da época.
No inicio dos anos 1850 iniciou seu treinamento como enfermeira do Instituto São Vicente de Paula em Alexandria, Egito, que era um hospital da igreja Católica Romana. Em julho de 1850 ela visitou os hospital Pastor Theodor Flidner em Kaiserwerth, perto de Dussledorf. Ela retornou a Kaiserwerth, em 1851, para fazer um treinamento de três meses no Instituto para Diaconesas Protestantes e da Alemanha ela seguiu para o hospital St. Germain, próximo de Paris, que era dirigido pelas Irmãs da Piedade. Ao retornar a Londres, em 1853, aceitou o cargo, sem pagamento, de Superintendente no "Estabelecimentos para Senhoras Enfermas" no número um da rua Harley. Durante esta época a enfermagem não era tido como uma profissão apropriada para uma moça bem educada. As enfermeiras desta época além de não ter treinamento tinham a reputação de serem vulgares, ignorantes e dadas a promiscuidade e bebedeiras.
 Em março de 1854 iniciou a guerra da Criméia, com a Inglaterra, França e Turquia declarando guerra a Rússia. Embora os Russos tenham sido derrotados na batalha de Alma River, em 20 de setembro de 1854, o jornal The Times criticou as instalações hospitalares britânicas. Em resposta as estas críticas, seu amigo Sidney Herbert, Secretário Britânico para a Guerra, solicitou, por carta, que Florence se tornasse uma enfermeira administradora para supervisionar a introdução de enfermeiras nos hospitais militares.
 Em 1860, a Escola de Treinamento Nightingale e a Casa das Enfermeiras baseadas no hospital St. Thomas em Londres, tiveram início com 10 estudantes. Elas foram financiadas pelo Fundos Nightingale, um fundo de contribuições públicas formado durante o tempo em que esteve na Criméia onde arrecadou um total de £50000. As instituições foram baseadas em dois princípios. Primeiro que as enfermeiras deveriam ter treinamento prático em hospitais especialmente organizados para este fim. Segundo que as enfermeiras deveriam viver em uma casa baseada em princípios morais e de disciplina. Devido a fundação desta escola Nightingale conseguiu com que a enfermagem passasse de um passado desprestigiado para uma carreira responsável e respeitável para mulheres. 
 Florence Nightingale acreditava profundamente que o seu trabalho foi um chamado de Deus, tendo passado o resto de sua vida trabalhando em prol da saúde. 
Nightingale faleceu em 13 de agosto de 1910 aos 90 anos de idade. Ela foi enterrada na Igreja St. Margaret, East Wellow, nunca casou não por falta de oportunidade, mas ela acreditava que Deus havia lhe mostrado que ela seria uma mulher solteira.
Quando me lembro de generosidade apenas vem ela em minha cabeça, pelo fato de abrir mão do ter, para dar, a inteligência, os serviços prestados e revolucionar coisas que até então andavam sem sentido pelo simples fato da forma homogênia de pensar. 
Não sou enfermeira, mas com certeza Florence me inspira muito.

Bibliográfia http://www.pucrs.br
                  http://pt.wikipedia.org/wiki/Florence_Nightingale
                  http://historiadalousa.blogspot.com.br
domingo, julho 1

Mélodie #2

Eu geralmente amo músicas que me toca de alguma maneira, não as que seguem um único ritmo ou algum gênero específico, mas músicas de que alguma forma me emociona.
E escuto, escuto e escuto, a mesma música trocentas vezes, não sei porque, mas fico viciada hahá!!!
No mélodie da semana, vim compartilhar com vocês uma música que estou amando, é a Hey there Delilah do plain white T's.
Gente, essa música é fofa demais!!

Confiram!