sábado, janeiro 21

Ser livre



Faz tempo que venho sentindo uma tamanha sensação de liberdade.
Sabe aquela certa liberdade de que não se deve satisfação a ninguém, ou aquela em que você não precisa ser ou fazer o que não quer?
Viver todos os dias requer de você não só uma luta interna, mas a felicidade de descobrir-se. 


Quando você descobrir-se de verdade, não vai se importar com comentários ao seu respeito, pelo contrário, você respeitará muito mais as opiniões dos outros. 
Porque sempre as pessoas vão ter algo a falar de você: se emagreceu de mais ou se engordou de mais, ou se está mais feio, ou mais bonito, se está mais rico, ou se é pobre; Então, que seja!


Eu descobri que nem que eu quisesse eu iria agradar a todos, então o que realmente importa é estar bem consigo mesmo.


Procure agradar-se, fazer coisas por você mesma, ou pelos outros que você ama, procure seguir seus instintos, leia os livros que gosta, assista os filmes que tem vontade, ande por onde quer andar, ame quem te ama, coma sem culpa, fale com pessoas que te faz bem; e quando você fizer tudo isso e muito mais e se olhar no espelho, vais ver quem tu és de verdade.
Quando fizeres isso, perceberá que nada nem ninguém abalará a tamanha felicidade que estará dentro de você.


O tempo passa pra todos, é importante perceber onde estás andando. É tão triste perceber que chegou a uma certa idade em que se viveu pensando tanto em agradar aos outros e que esqueceste de si mesma.


Ainda há tempo de mudar, não seja apenas mais um epitáfio!